Jornal Boca de Rua pauta parceiro de Cartier Bresson

           A última edição do Jornal Boca de Rua – que estampa na capa uma casa em ruínas na vila Chocolatão – motivou o fotógrafo francês Marc Riboud a documentar o mesmo local com a precisão e a sensibilidade de sua lente. Apesar dos seus 86 anos, o contemporâneo e ex-companheiro de ofício do lendário Cartier Bresson na Agência Magnum transitou lépido pelo local, conversando com os moradores, com o auxílio do fotógrafo carioca Zeca Linhares, um dos mais expressivos nomes da fotografia nacional. Ambos se encontravam em Porto Alegre na semana passada para participar do FestoFoto, um festival internacional de fotografia organizado pela Brasil Imagens e que conta com o apoio da Agência Livre para Informação, Cidadania e Educação (Alice).

         

           Realizado pelo terceiro ano consecutivo na capital gaúcha, o FestFoto aconteceu de 20 a 25 de abril, reunindo participantes de vários pontos do Brasil e exterior. A lista de convidados especiais foi expressiva, reunindo, além de Riboud e de Linhares, nomes como João Ripper – idealizador da Escola de Fotógrafos Populares da Favela da Maré.

        

          Ripper, inclusive, participou de uma mesa sobre Fotografia Inclusiva junto com o coordenador de fotografia do Jornal Boca de Rua, Luiz Abreu e uma das jornalistas responsáveis pela publicação, Rosina Duarte. Na ocasião foram apresentadas as duas exposições fotográficas produzidas pelos integrantes do Boca: Faces da Rua e Dupla Face da Rua. O periódico, feito e vendido por pessoas em situação de rua e de risco social,desenvolve oficinas permanente de foto e acabou de criar uma editorial fotográfica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima